sexta-feira, 25 de novembro de 2011

NTE Ananin avalia e otimiza ações

Ontem dia 24/11/2011, o NTE Ananin realizou um balanço de suas ações,  reavaliando-as, definindo metas para serem alcançadas até ao final do ano letivo.
Dentre os assuntos discutidos, destaque para:
  • Socialização dos projetos das áreas de atuação do NTE.
  • Revitalização do espaço do NTE.
  • Levantamento de nossas produções para montagem do Relatório Anual (revisão da atuação das SIE nas escolas);
  • Produção de material didático para cada linha de ação do NTE Ananin.
  • Organização de cronograma para visitação e participação nas semanas pedagógicas das escolas para uma aproximação mais intensa deste NTE junto a professores, coordenadores e diretores das escolas. (Foi decidido uma intensificação das visitações nas escolas a partir de dezembro).
  • Impressão de crachás e criação de camisas padronizadas para uma melhor identificação do NTE junto às escolas. 
  • Apropriação de outros conhecimentos quanto às linhas de ação, unificando os projetos. (auto-formação)
  • Dinamização na programação de rádio web NTE Ananin.
  • Aproximação do corpo técnico-pedagógico da escola para que o professor da sala de informática não trabalhe isoladamente e incorra na ausência de produção ou desmotivação do trabalho.
    SISTEMATIZAÇÃO
    Novembro e dezembro: Construir o plano de ação de cada projeto, segundo as linhas de ação.
    • 29/11: socialização do projeto Rádio-Escola
    • Próximo: Aluno Digital
    Dezembro: Visitação às escolas para verificar as pendências
    Sexta Básica*: 02/dez: formação de rádio
    *Obs: Sexta-básica é o nome que chamamos as nossas sextas-feiras voltadas para a auto-formação. Socializando e aprendendo novas áreas de trabalho envolvendo tecnologias na educação.
    Eventos e formações:
    1 e 2/dez: Simpósio.
    10/ dez: Expoinfo.
    12 à 17/dez: Reunião Ctae
    19 à 23/dez: Formação em São Sebastião da Boa Vista - Rádio Escola
    Revitalização: Janeiro
    Confraternização: 27/12/2011
    Certificação: Janeiro
    Cada formador entregará reedição do projeto de ação na sua antiga linha de formação, ainda esta semana, para que a partir das "sextas-básicas", com a socialização dos projetos, se tenha instrumentos para a criação de um projeto unificado para este NTE, onde todos atuarão em todas as áreas: pororoca sonora, blog na educação, poética digital, NTE vai à escola, Midias Sociais e NTE até o fim.
    Post: Eric
    Fotos: Marco, pelo "timer" da câmera.



"Ter computador na escola não basta. Deve-se buscar o bom uso da tecnologia"

    Formar jovens aptos a lidar com as novas exigências deste século é uma meta que será alcançada com uma transformação sistêmica da Educação, com intervenções no ambiente escolar e no currículo. 
    As exigência e oportunidades relacionadas às tecnologias hoje são enormes para todos os países. Para lidar com isso, é essencial pensar em meios de desenvolver nas escolas as habilidades que as crianças precisarão para enfrentar o século 21, como pensamento crítico, capacidade para resolver problemas e tomar decisões, boa comunicação e disposição para trabalho colaborativo. As nações que trabalham para integrar essas novas habilidades à prática escolar e propiciam, por exemplo, uma relação mais próxima entre professores e alunos e um atendimento quase personalizado às necessidades deles têm mais chance de avançar. Em vários países,  o sistema político dá suporte à transformação sistêmica na Educação. O mais importante é garantir que todas as crianças tenha acesso ao ensino e a tecnologia de forma igualitária.
    O exposto acima é da Profª. alemã Martina Roth, que defende uma transformação do processo de ensino e aprendizagem que prepare as crianças para enfrentar as novidades do século 21, com um currículo em que os projetos substituam as aulas. Roth é mestra em Pedagogia, doutora em Filosofia e Pesquisadora de Política de Educação da emprega de tecnologia Intel. 
    Roth, afirma que temos duas saídas. O docente pode usar o computador apenas para preparar o material para as aulas. Mas ele também pode se valer da tecnologia para estabelecer uma metodologia diferente, um novo tipo de relação com o aluno. A tecnologia permite o trabalho individual e em grupo de maneira eficaz. O aluno, quando está em casa, consegue se comunicar com o grupo da escola, os pais podem observar seus avanços e o processo de aprendizagem ocorre de forma mais natural e espontânea. O estudante fica em contato com o conhecimento não apenas no período em que está na escola, mais também no restante do tempo.É claro que, no caso dos professores, há uma transformação cultural importante acontecendo e toda transformação exige algum nível de esforço. 
    De que forma as tecnologias interferem no currículo? Para Roth, as tecnologias permitem um novo olhar sobre o currículo. Possibilitam acesso a materiais de todo o mundo. Mas não basta dar liberdade para que a turma explore tudo isso. É fundamental guiar o aluno nesse processo, ensinando-o a usar as informações, a tirar conclusões com base nelas, definir o que é prioritário em cada caso, estabelecer uma colaboração em diversos níveis.

Saiba mais; www.novaescola.org.br


Post: Téo Sanches


.





quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Curso 100 horas debate hipertextualidade na prática- (blog)

 No curso "Ensinando e aprendendo com as TIC", os professores cursistas do Nte Ananindeua avançam na apropriação de conceitos inerentes ao ciberespaço* desta vez na questão da hipertextualidade.
Mais do que compreender  e contextualizar um texto, hoje o profissional de educação necessita conhecer todos os aspectos que envolvem hipertextualização.
Dentre eles internet, hipermídia, conhecimento em rede e "antigas novas teorias pedagógicas" como o construtivismo passando pelo viés da cooperação, ou co-produção como é o caso das "wikis".
Hoje foi a vez de tirarmos dúvidas sobre blogs uma ótima ferramenta hipertextual. Acompanhem o nascimento de novos blogs educativos de nossos cursistas.



Professores(as):
Josirene (Educação infantil)-www.educabrinca.blogspot.com
 

*Ciberespaço: é um espaço de comunicação que descarta a necessidade do homem físico para constituir a comunicação como fonte de relacionamento, dando ênfase ao ato da imaginação, necessária para a criação de uma imagem anônima,  que estará em comunhão com os demais. (Wikipédia)

Post: Eric
Fotos: Tony Cunha.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

O Ensino a Distância está cada vez mais presente na formação profissional. A crescente demanda da oferta e procura por cursos torna a EaD um interessante e lucrativo mercado que exige profissionais capacitados.
Confira algumas opções de cursos gratuitos ofertados nesta modalidade de ensino:
FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS:
A FGV, reconhecida instituição de ensino na área de negócios, oferece conteúdo e materiais didáticos gratuitos pela internet. Você encontrará cursos nas seguintes áreas de Finanças Pessoais, Sustentabilidade, Direito, Metodologia e Administração. Idicamos especificamente o curso de Gerenciamento do Escopo do Projeto.
SENADO FEDERAL – Instituto Legislativo Brasileiro:
Neste site você encontrará cursos gratuitos com certificado sem tutoria e com tutoria. Os cursos disponíveis para matrícula e pré-matrícula no momento são: Excelência no Atendimento, Papel do Senado como Estrutura de Poder Político, Princípios Constitucionais do Poder Legislativo, Processo Legislativo, Gestão Administrativa no Setor Público, Licitação e Contratos Administrativos, Relações Internacionais: Teoria e História, Relações Internacionais:Temas Contemporâneos, Direito Eleitoral, Fundamentos da Ciência Econômica e Novo Acordo Ortográfico – Teoria e Prática.
SENAR:
O portal EaD SENAR oferece gratuitamente cursos online para pessoas do meio rural para todos os estados. Os cursos disponíveis são: Empreendedorismo e Gestão de Negócios, Inclusão Digital, Qualidade de Vida e Escola do Pensamento Agropecuário.
CIDADANIA DIGITAL:
O Projeto Cidadania Digital oferece cursos gratuitos com o objetivo de manter profissionais atualizados com as tecnologias utilizadas no comércio e serviços. Este site apresenta cursos divididos em 4 categorias: Informática e Tecnologia, Iniciação Profissional, Empreendedorismo e Software Livre
SEBRAE:
O SEBRAE oferece cursos gratuitos com certificado através de seu site. Confira alguns destes cursos: Aprender a Empreender, Análise e Planejamento Financeiro, Primeiros Passos para Excelência, Gestão da Qualidade: Visão Estratégica, D’Olho na Qualidade: 5Ss para os Pequenos Negócios, Atendimento ao Cliente, Gestão da Inovação: Inovar para Competir e Programa Varejo Fácil (Vários Cursos).
SENAI:
O SENAI oferece cursos gratuitos online sobre temas transversais. Entre os temas disponíveis atualmente estão: Educação Ambiental, Empreendedorismo, Legislação Trabalhista, Segurança do Trabalho, Tecnologia da Informação e Comunicação e Propriedade Intelectual.
FUNDAÇÃO ACMINAS:
A Fundação ACMinas apresenta um projeto de inclusão digital e empregabilidade que disponibiliza cursos online gratuitos nas seguintes áreas: Qualidade, Empreendedorismo, Práticas Administrativas, Comunicação, Computação e Finanças e Contabilidade.
FUNDAÇÃO BRADESCO – ESCOLA VIRTUAL:
O site da Escola Virtual da Fundação Bradesco apresenta vários cursos básicos e avançados, principalmente na área de Informática e TI. Mas apresenta também alguns cursos de outras áreas, como Administração Financeira e Cursos Comportamentais.
Link: http://www.ev.org.br/Paginas/Home.aspx
FRANCÊS:
Duas opções para você começar a aprender francês gratuitamente: Francês Zero: www.franceszero.com.br
- Curso Reflets em 24 lições (c/ vídeos): http://francoclic.mec.gov.br/reflets/index.php
INGLÊS: Várias opções para quem deseja aprender a língua inglesa.
Fonetics focus: http://cambridgeeng
Post: TC
Imagem: Web