terça-feira, 23 de agosto de 2011

MEC Lança o Portal do Aluno




O Ministério da Educação lançou através de sua Secretaria de Educação à Distância, o Portal do Aluno, anunciado ainda no 1º semestre de 2011. Sendo uma das ações do Proinfo, o portal é um projeto piloto que deverá ser conectado com o Portal do Professor, e será destinado a alunos de todo o Brasil em idade a partir de 12 anos. Aparentemente, quase todas as escolas do nosso Estado parecem já estar cadastradas, assim como já há, segundo os administradores do portal, cerca de 10466 postagens criadas por 1728 alunos e professores de 354 escola em todo o Brasil.

A ferramenta foi projetada com interfaces semelhantes as de mídias sociais como Orkut e Facebook, com design atraente para o público jovem e links interativos. Parece também favorecer o trabalho segundo a pedagogia de projetos defendida por Rojo (2000, p. 35-36), que enfatiza o projeto como sendo uma organização didática com diversos ganhos de cunho pedagógico, os quais consistem em “flexibilização do tempo”, “compromisso e o envolvimento dos alunos com as atividades e com a própria aprendizagem”, proporcionando um intercâmbio entre “as práticas do uso da linguagem e de reflexão sobre a linguagem”, transgredindo, assim, o formato de ensino tradicional. Sabemos, pois, que no trabalho com projetos os aprendentes assumem o controle do próprio aprendizado pela própria identificação com o mundo real, já que os objetos socialmente úteis passam a fazer parte do ambiente escolar, buscando levantamento de hipóteses, conscientização de se buscar mais informação para a solução de problemas, além de tornarem-se mais propícios a reflexão metacognitiva em função da necessidade de busca pelas estratégias metacognitivas.

Tal iniciativa permite, mais uma vez, uma tentativa de reengenharia da sala de aula, de forma a torná-la mais atraente segundo esta perspectiva de trabalho com projetos, pois no Portal o Aluno terá acesso a uma infinidade de opções de trabalho e objetos educacionais, podendo ser acessado também por professores que poderão ministrar aulas para seus alunos na própria plataforma, acompanhar o andamento de trabalhos, etc.

Outras ferramentas hiper interessantes disponíveis para dar uma guinada em nossas aulas são o Documento Colaborativo e a Midiateca. No link Documento Colaborativo, os documentos criados no portal podem ser editados por várias pessoas (modelo Wikipédia). Se o aluno criou um documento e quer a ajuda dos colegas, ou quer mostrar o resultado do trabalho para o professor, basta compartilhar. E se o trabalho está pronto e ficou super legal, o aluno pode publicar em seu portfólio e uma vez público, o trabalho poderá ser enviado para a Midiateca, onde será acessado por todos os alunos e professores do portal. Desta forma, os conteúdos produzidos pelos participantes do portal servem para utilização como fontes de pesquisa para os estudos dos próprios alunos.

Quer saber mais sobre esta ferramenta? Acesse www.portaldoaluno.org.br
 
ROJO, Roxane (org). A prática de linguagem em sala de aula. Praticando os PCNs. São Paulo: EDUC; Campinas, SP: Mercado de Letrs, 2000.

 Post: Giselle Bezerra 

Nenhum comentário: