sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Tablet do Professor- NTE Ananin aprovou...


Marco Buro com o Tablet do Professor

Em primeira mão – O Tablet do Professor
Hoje de manhã, em visita de trabalho, na CTAE – Coordenação de Tecnologia Aplicada à Educação tivemos o primeiro contato com o tablet do Professor. A Coordenadora da CTAE e do PROINFO Profª Marcelina nos apresentou o tablet que será distribuído no próximo ano para os professores da rede pública de ensino por todo Brasil.
O uso de tablet na rede pública de ensino vai começar pelos professores do ensino médio. A partir do segundo semestre, o Ministério da Educação (MEC) deve iniciar a distribuição dos equipamentos para 598.402 docentes.
 
Os primeiros da lista são os professores de escolas que já têm internet em alta velocidade (banda larga), que somam 58.700 unidades. A ideia é o computador portátil chegar a 62.230 escolas públicas urbanas.
Para o MEC, o programa tem mais chances de sucesso se o professor dominar o equipamento e o seu uso, antes de chegar ao aluno. “A inclusão digital tem que começar pelo professor. Se ele não avançar, dificilmente a pedagogia vai avançar”, disse o ministro Aloizio Mercadante. Cursos de capacitação presencial e à distância vão ser oferecidos ao professor, assim que o aparelho começar a ser distribuído.
Com o tablet, o professor poderá preparar as aulas, acessar a internet e consultar conteúdos disponíveis no equipamento - revistas pedagógicas, 60 livros de educadores, principais jornais do país e aulas de física, matemática, biologia e química da Khan Academy, organização não-governamental que distribui aulas on-line usadas em todo o mundo.
Para o ministro, a tecnologia do tablet, em que os comandos podem ser acionados por meio de toques na tela, é mais “amigável” para leitura e acesso à internet em comparação a outros computadores.
Com a novidade, Mercadante espera também tornar a sala de aula mais atrativa para os adolescentes. “O ensino médio é o grande nó da educação. Os indicadores não são bons e a evasão escolar é alta. A escola não está atrativa para o jovem. Esses equipamentos fazem parte do esforço para melhorar o ensino médio”, diz o ministro.
Apesar da chegada do tablet nas escolas, Mercadante garante que isso não significa o fim do programa Um Computador por Aluno (UCA), que distribui laptop aos estudantes.
Marco Aurelio
 (http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,primeiros-a-receber-tablets-serao-professores-anuncia-mec,830914,0.htm)



Nenhum comentário: