quinta-feira, 25 de setembro de 2014

A EDUCAÇÃO NÃO PODE PARAR


Ontem no Nte de Ananindeua aconteceu um encontro presencial com alunos do curso de Introdução à Educação Digital – MEC/NTE. Seria mais um encontro de formação entre tantos outros que já realizamos – não descartando, obviamente, o ineditismo de construções cognitivas que todo evento que envolve ensino/aprendizagem favorece – O excepcional nesta oportunidade é o desprendimento, interesse, boa vontade, esforço, empatia e bom humor demostrado por cursistas e formador.
Você deve estar se perguntando o que tem de extraordinário em uma aula de uma formação continuada para professores? De fato a aula em si já é algo corriqueiro e faz parte do cotidiano profissional de todos os núcleos de tecnologia do Pará. Inédita é a condição em que se realizou.
Como a sala do Nte de Ananindeua já se encontra a algum tempo sem refrigeração nossas atividades rotineiras tem se realizado, com maior intensidade, nas escolas. Assessoria técnica, cursos, orientação pedagógica, oficinas, etc. E, no Nte fazemos apenas o atendimento essencial, de portas abertas e ao sabor do vento (de ventilador) – imagine você uma sala totalmente fechada, com apenas uma abertura, a porta, com telhado de fibrocimento, nesse calor absurdo do verão paraense, não seria estranho evitar a permanência prolongada num ambiente assim.

Contudo, apesar das adversidades lá estão formador e cursistas empenhados em desvendar os “mistérios” do Linux Educacional e de seus aplicativos na maior das motivações, brincando com a situação – aprendemos mais sobre as tecnologias e ainda perdemos umas calorias! (brincou o cursista).
São fatos como este que nos motivam, que nos fortalecem em nossa atividade profissional, que nos fazem acreditar em mudanças positivas e transformadoras na educação, nos educadores, dão esperança de vermos num futuro não muito distante a instauração de um novo paradigma educacional e de uma nova escola.
Imagem e Post: TC

Nenhum comentário: