quinta-feira, 11 de outubro de 2012


NÃO USE PIRATA USE SOFT LIVRE

GIMP – SOFT LIVRE PARA

EDITORAÇÃO E TRATAMENTO DE IMGENS.

O GIMP foi um dos pioneiros em relação a projetos de código aberto voltados a usuários finais. Outros projetos famosos, como o GCC, ou o Linux, foram voltados principalmente a desenvolvedores. O soft GIMP foi a prova de que projetos de código aberto poderiam gerar produtos voltados a usuários finais, abrindo um precedente que levaria ao desenvolvimento de outros projetos voltados ao usuário desktop como GNOME, KDE, Mozilla entre outros.
O projeto foi criado em 1995 por Spencer Kimball e Peter Mattis, quando desenvolveram o mesmo como um projeto para a faculdade. Atualmente, ele é mantido por um grupo de voluntários, licenciado sob a GNU General Public License e colaboradores pelo mundo todo.
A sigla GIMP originalmente significava General Image Manipulation Program; em 1997, foi mudado para GNU Image Manipulation Program.
O GIMP possui os recursos para ser utilizado na criação ou manipulação de imagens e fotografias. Seu uso posibilita criar gráficos, logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens utilizando camadas (Layers), remover partes indesejadas e converter arquivos entre diferentes formatos de imagem digital.
O GIMP é uma alternativa livre ao Adobe Photoshop. É um soft desenvolvido a partir de um projeto que amadureceu e hoje alcança expressiva popularidade. No entanto, a participação no mercado de ferramentas de edição profissional ainda é tímida (em contraste ao Adobe Photoshop).
Os principais fatores que contribuem para isso são:
  • O GIMP ainda não possui suporte nativo ao modo CMYK, usado como formato para impressão. Isso limita a área de atuação do programa no setor gráfico profissional, tornando-o indicado apenas para trabalhos digitais que utilizam apenas o modo RGB.
  • Pelo fato de ser distribuído gratuitamente, ele não inclui licenças para as cores Pantone, usadas largamente pelos profissionais gráficos como referência para garantir precisão de cor em materiais impressos.
  • Multi janelas, cada imagem e as caixas de ferramentas abertas ficam em uma janela independente causando um certo transtorno, principalmente para os iniciantes.
Multi janelas era o problema mais relatado por usuários iniciantes do GIMP ou em comparações com o Adobe Photoshop. A solução veio com a versão do GIMP 2.8 que passou a ter a opção de single-window mode, que pode ser habilitada no menu "Janelas - “Mode de janela única”, tornando o GIMP mais fácil de usar.
O GIMP usa a extensão XCF para seus arquivos nativos, que conta com suporte a camadas. Mas edita todos os formatos populares com SVG, Ico, BMP, PSD, GIF, JPG, PNG, TIF e diversos outros.
Você encontra facilmente na internet para download o GIMP 2.6 e GIMP 2.8 para a plataforma LINUX e Microsoft Windows, OS/2 e Mac OS X. Bom uso!!!
(A imagem desse post foi produzida em oficina de GIMP do NTE Ananindeua). 

NÃO USE PIRATA USE SOFT LIVRE!!!

Nenhum comentário: